Blog de Finanças Pessoais


Descubra como ter o controle do seu dinheiro.

Daily Archives: 23 de outubro de 2015

Como garantir uma aposentadoria suficiente?

By | Dicas, Investimento, Sem categoria | No Comments

1-On5-Slpk-MMY4ia81XUIfQ

Com o envelhecimento da população brasileira, já era previsto que a previdência pública teria que sofrer alterações. A crise que atingiu o país e o governo fez com que essa mudança se acelerasse. O processo para se aposentar já foi alterado neste ano, e novas mudanças devem vir por aí.

O executivo deve enviar uma proposta de Reforma da Previdência para o Congresso que inclui uma idade mínima para se aposentar: 60 para mulheres e 65 para os homens.

Quem está preocupado em ter uma renda suficiente para aproveitar uma aposentadoria tranquila precisa começar a pensar nisso o quanto antes. A melhor tática é diversificar e não apostar todo seu dinheiro e atenção em apenas uma modalidade.

Previdência privada aberta

A opção de previdência privada é boa para quem não tem familiaridade com outros investimentos. Ela é bastante segura, porém, as taxas são bem altas e, apesar de se poder deduzir até 12% da renda bruta na declaração do Imposto de Renda, é preciso pagar imposto no momento do resgate da aplicação. Saiba mais sobre os tipos de previdência privada aqui.

Fundo de Pensão coletiva

São fundos de empresas (ou conjunto de empresas) fechados para funcionários. Normalmente as empresas oferecem o benefício para atrair e reter talentos. Entre os planos de previdência, este é o mais rentável e também permite que o participante deduza até 12% de sua renda tributável.

Porém, é importante estudar bem as regras do contrato para saber o que acontece se você deixar a empresa. Também é importante que o fundo seja fiscalizado para saber como estão investindo o dinheiro e ter certeza que consiguirão pagar o benefício quando o momento chegar.

Imóveis

Se você tem um perfil mais consevador, você pode pensar em investir em imóveis. Este está longe de ser o investimento mais rentável, mas ainda é um dos preferidos dos brasileiros. O mercado imobiliário é bastante volúvel, é preciso gastar com reformas para evitar depreciação e a rentabilidade do aluguel muitas vezes não é compatível com o valor investido.

Renda Fixa

Se você é disciplinado e está disposto a se informar para entender sobre investimentos, este é um dos caminhos mais rentáveis. A Renda Fixa é um investimento seguro e com maior retorno que as opções anteriores. Ela é uma boa opção para aposentadoria pois quanto mais tempo você deixa o dinheiro investido, mas retorno tem.

Esses títulos devolvem o valor investido mais os juros referentes ao período em que o dinheiro ficou depositado. Estes investimentos pagam uma porcentagem do CDI, taxa que acompanha a evolução da taxa de juros Selic. Então, enquanto a taxa de juros estiver alta, estes investimentos se mantém bastante rentáveis. Os principais ativos de renda fixa são os Certificados de Depósito Bancário (CDBs), Letras de Crédito Imobiliário (LCIs), Letras de Crédito do Agronegócio (LCAs), o Tesouro Direto e os fundos de investimento. Saiba mais detalhes sobre aqui.

Renda Variável

Ações de empresas e fundos imobiliários estão entre os investimentos de renda variável. A regra geral dos investimento é que quanto maior o risco, maior o retorno. Porém, se você não tem conhecimento na área, pode ser difícil começar a investir sem sofrer perdas.

Se você quer começar, estude sobre e comece a apostar em ações de empresas sólidas que constumam oscilar no máximo 10% ao ano.

São muitas opções e elas variam em rentabilidade e segurança. O ideal é variar os investimentos para otimizar o rendimento e diminuir os riscos.