Blog de Finanças Pessoais


Descubra como ter o controle do seu dinheiro.

Arquivos orçamento - Finanças Pessoais

Entenda porque criar um orçamento é essêncial para garantir o sucesso financeiro

By | Dicas, Investimento | No Comments

Attractive young African American woman working on finances at home wearing purlple jacket sitting at dining table.

 

Independente de qual é a sua renda, para manter uma vida financeira saudável, é preciso cultivar o hábito de criar orçamentos. Organização financeira e orçamento são coisas diferentes – primeira é uma maneira de acompanhar suas despesas e receitas, a outra está ligada a colocar limites e estabelecer categoria de gastos.

São conceitos simples que devem ser usados para colocar as contas em equilíbrio:


Planejamento X orçamento

É importante não confundir os dois: planejamento é um método de controle de gastos, onde se registra todas as receitas e despesas. O orçamento são valores que a pessoa estabelece para diferentes categorias de gastos, segundo a análise das suas próprias finanças. Por exemplo, R$400 por mês para supermercado, ou R$100 por semana com lazer.


Os benefícios de elaborar um orçamento

#1 Você passa a ter domínio do seu dinheiro

Quanto você prevê suas despesas e separa parcelas de sua receita para os diferentes gastos que você deve ter no mês, você não só fica longe de gastos excessivos, como consegue fazer seu dinheiro render mais, revisando os orçamentos e jogando as sobras de uma categoria para outras. Para isso, é importante anotar tudo que você gasta.

#2 Você fica focado em seus objetivos

Todos cultivam sonhos e metas. A viagem de lua de mel, um mestrado, filhos. Porém, a maioria acaba não realizando todos eles, ou pior, se endividando para concretizá-los. Se você criar orçamentos, pode separar dinheiro para concretizar suas metas sem dificuldade e não perder elas de vista.

#3 Você pode planejar investimentos

Quem não tem um orçamento pessoal jamais conseguirá poupar e até mesmo investir com regularidade para a construção de uma renda passiva (aquela em que você não precisa trabalhar para ganhar). Se você separar uma pequena parte de sua renda mensal para investir, vocês irá aumentar seus rendimentos sem precisar aumentar sua carga de trabalho.

Seguir um orçamento é criar categorias de custos para os quais serão destinados um valor específico por mês.

Como começar:

  • Você pode começar dividindo sua vida em centros de custos, tais como: casa, educação, saúde, alimentação e lazer.
  • Depois (e de acordo com seu planejamento), defina o quanto cada área/setor tem disponível para gastar. Por exemplo, o centro de custos “alimentação” pode ter uma verba mensal de R$ 500 enquanto o “lazer” fica com R$ 200.
  • Ultrapassar esses limites significa que você vai entrar no vermelho. Se isso por acaso acontecer, você deve economizar em outra categoria do seu orçamento para colocar as contas em dia e não se endividar.

Lembre-se: não basta criar um orçamento, você deve segui-lo fielmente. Portanto, monitore seus gastos diariamente.

Pode demorar alguns meses até você ter realmente o controle sobre todas as categorias e não ultrapassar os limites estabelecidos, mas não desista. Iso é um hábito a ser criado que fará grande diferença na sua vida.

 

5 dicas práticas para começar a economizar em tempos de crise

By | Dicas, Sem categoria | No Comments
Rodrigo Amorim  / flickr.com/photos/zetotal

Rodrigo Amorim / flickr.com/photos/zetotal

A inflação alta, a retração da economia e a falta de investimentos no mercado está atingindo a todos: os preços ficam cada vez mais altos, mas o rendimento segue o mesmo ou, em alguns setores, tende a diminuir. É um tempo difícil de economizar, mas, para não se endividar, a situação exige um controle de gastos eficiente.

Com planejamento e algumas práticas, é possível aprender a fazer o dinheiro render mais e economizar – seja para emergências ou para concretizar metas. Abaixo, confira cinco taticas para gastar menos.

Compare preços das futuras compras

Você tem uma poderosa arma em mãos: a internet. Ela deve ser uma aliada quando você precisa comprar algum item ou contratar um serviço. Visite as lojas online, veja quais são as condições de pagamento, estude os modelos e os preços. Muitas vezes, uma segunda marca oferece o mesmo produto com um preço melhor. Depois de comparar os preços na web, vale também checar os produtos em lojas físicas.

Desapegue de um vício

Alguns gastos cotidianos não são computados na hora de fazer o orçamento, mas, em alguns meses ou um ano eles fazem uma boa diferença. Por exemplo, se você fuma, sabe quanto gasta por ano com cigarros? Talvez seja a hora de fazer as contas e descobrir.

A mesma coisa vale para a cerveja de final do dia ou o cafézinho depois do almoço. Claro, não é preciso abandonar os prazeres da vida, mas coloque os gastos na ponta do lápis  e tente diminuir a frequência. De quebra, a sua saúde pode sair ganhando.

Espere uma semana para comprar

Esta é uma tática que deve ser aplicada por quem costuma comprar por impulso. As oportunidades surgem a toda hora, você é bombardeado diariamente por e-mails com promoção e “chances imperdíveis”. Mas será que você precisa realmente daquele produto?

Use uma regra simples para não cair nessa armadilha. Se você ainda estiver pensando no produto uma semana depois do primeiro contato, volte à loja para comprar. Mas, se você não lembrar mais, é porque não precisa e aquela era uma compra impulsiva.

Elimine e revise as taxas de juros

O Brasil possui uma das taxas de juros mais altas do mundo. E as taxas aplicadas no cartão de crédito e cheque especial são mais altas ainda. Então, se você precisar usar os limites extras do cartão ou do cheque, você vai perder muito dinheiro com os juros.

Evite o pagamento mínimo do cartão de crédito. Para isso, calcule exatamente o que pode gastar no mês. Se você parcelou alguma compra, espere quitar a dívida antes de fazer uma nova compra.

Faça o controle diário dos seus gastos

Essa é uma prática das mais indicadas para quem quer economizar. Saber o que você gasta por dia, naquelas compras miúdas, como o cafezinho, passando pelas refeições e a compra no supermercado, faz com que você tenha um controle eficiente das suas finanças. Use o celular ou até um bloquinho de papel e nao deixe de anotar nenhum gasto.

Crédito:  www.SeniorLiving.Org

5 dicas essenciais para manter o orçamento mensal

By | Dicas | No Comments

As maiores dificuldades para organizar a vida financeira e começar a economizar dinheiro é a falta de disciplina e a dificuldade em segurar os gastos no dia a dia. Para vencer esses problemas iniciais e transformar o gerenciamento das finanças em um hábito, cinco atitudes são essências:


#1 Trace a meta de quanto você quer economizar por mês

Aprenda a gerir os seus rendimentos e a ter um controle de gastos. Assim, você conseguirá visualizar quanto do seu salário estará disponível para quitar suas dívidas, para gastar no dia a dia, e para poupar. É importante que você estabeleça uma meta de longo prazo para que o planejamento dê certo, por exemplo, estipulando um valor x que deseja obter ao longo de 12, 24 ou mais meses. Isso também ajuda a permanecer determinado.


#2 Sempre use dinheiro em vez de cartões de crédito e débito

A grande maioria das pessoas se deixa levar pela praticidade e segurança dos cartões de crédito e débito e acabam usando eles sem moderação, criando a impressão que possuem uma renda maior do que ela é na realidade. Ou seja, vivendo um estilo de vida mais caro que os seus rendimentos.

Por isso, corte os gastos diários com o cartão e reserve eles apenas para compras planejadas em que é preciso parcelar. Se possível, deixe os cartões em casa quando for sair e leve apenas a quantidade de dinheiro que pode gastar naquele dia. Assim, você evita fazer gastos desnecessários e contrair novas dívidas.


#3 Guarde todos os recibos

Guardar recibos, faturas, boletos e notas fiscais é de extrema importância. Além de permitir que você tenha um controle geral de suas compras, facilitando o registro e controle dos gastos, eles servem como documentos para contestar eventuais falhas de cobrança e comprovar a data de compra.


#4 Planeje compras importantes com antecedência

Para começar a poupar, é preciso se educar financeiramente. Uma das coisas mais importantes é cortar despesas supérfluas e parar de comprar por impulso. Nunca compre algo imediatamente. Espere uns dias, se pergunte se o produto é realmente necessário e analise o quanto esta conta vai pesar no seu orçamento. Se depois de alguns dias, você seguir determinado a fazer a compra, faça.


#5 Use uma ferramenta para controlar os gastos diariamente

É fundamental ter um local para registrar todos os ganhos e gastos e planejar as próximas movimentações financeiras. Você pode usar um caderninho, ou uma tabela no Excel, mas uma boa opção é um aplicativo que gerencie suas finanças com facilidade, como o Finanças Pessoais, que contém funcionalidades como ajudar a calcular despesas, formatar um calendário mensal com os gastos, montar relatórios em planilha, e até enviar e-mail avisando sobre o vencimento das contas.

 

Vocês tem outra dica para controlar os gastos mensais? Compartilhe outras sugestões nos comentários.